quarta-feira, 14 de julho de 2010

E agora José?

Eu já não me importo
se as horas são curtas -eu prolongo-as num beijo;
se os beijos são efêmeros - eu intensifico-os com um pré-olhar;
se as mãos não alcançam - eu encosto meu rosto no seu peito.

E agora eu me importo
Que os beijos sejam só meus;
que as suas mãos estejam no meu cabelo;
que o último pensamento seja meu.

E eu ainda não sei
se as suas horas serão um pouco minhas;
se as suas vontades se saceiam no meu seio;
e se eu sou um pedaço do que você quer.

E agora eu sei
que os diamantes que brilham no céu
são os mesmo que existem aqui dentro:
você sabe: eu não sei mentir.

Um comentário:

  1. Disse anteriormente, "Como ela é profunda!".

    ééééé...

    beijão

    ResponderExcluir